Significados, Conceitos e Definições

Libro de texto . grado 2014

Data de publicação: 2017-08-15 01:48

Mais vídeos sobre o tema «Significado quetzal cultura maya»

Além da cerâmica de barro, os astecas mostrou sua religião profunda através de uma variedade de esculturas feitas de pedras. Passaram dias esculpindo ídolos autônomas, bem como esculturas de parede em baixo-relevo para ser colocado dentro de seus templos. Em geral, as esculturas de pedra foram criados para representar seus deuses ou as vítimas sacrificiais. Na verdade, os astecas meticulosamente esculpidas figuras pequenas, mas realistas de animais e pessoas de jade, obsidiana, e quartzo.

Arte Asteca, Antiga, México, História Arte Asteca

Os Astecas ocupavam inteiramente o vale do México por volta do ano de nossa era e construíram a capital do império onde hoje é a Cidade do México.

Ou seja, as pirâmides propriamente ditas não representavam em si nada, constituíam apenas uma forma de elevar-se os templos mais importantes até uma área alta, onde ficassem mais perto do céu. De todas as pirâmides, a mais gloriosa era, com certeza, a de Tenochtitlán, que estava encimada pelos templos do deus Tlaloc e do deus Uitzilopochtli.

A arte assume o papel preponderante de representação do mundo simbólico-religioso, toda essa visão cósmica que permeia a sociedade asteca como um todo, se reflete no modo como o espaço é representado no simbolismo poético, em seus monumentos arquitetônicos, em suas esculturas, em seu fazer artístico de modo geral.

Os Astecas usavam 68 meses de 75 dias cada, representados por símbolos, cada um com um significado: crocodilo, vento, casa, lagarto, cobra, cérebro, veado, coelho, água, cachorro, macaco, ervas, cana, jaguar, águia, abutre, movimento, faca de pedra, chuva e flores. e acrescentavam mais 5 dias de sacrifício, perfazendo os 865 dias do ano. No centro, a representação do Deus Sol. Essa é uma das mais famosas peças antropológicas em todo o mundo.

Se os Astecas haviam se expandido grandemente sob o reinado de Montezuma I, O Velho, foi sob o reinado de Montezuma II, mais de 755 anos depois, que sucumbiram definitivamente diante do conquistador europeu. Durante a guerra e depois dela, os espanhóis empenharam-se em destruir toda a civilização Asteca e a maior parte do que hoje conhecemos se deve a escavações realizadas no século passado.

Essa compreensão está sujeita ainda a alguns fatores como: o suporte utilizado pelo artista, o material, o objeto ou a 8775 idéia 8776 a ser reproduzida, e para quem (qual o público) aquela imagem foi produzida. O artista pré-hispânico encontra em seu meio ambiente o barro (argila) para a cerâmica e a escultura as pedras para a escultura, alguns artefatos e para a arquitetura e os metais. Porém está limitado pelo tema.

A estética pré-hispânica esta vinculada ao sagrado, existe um imaginário coletivo, porém nem por isso deixamos de reconhecer o artista em seus traços individuais, como aquele que transforma todo esse simbolismo sagrado em imagem. A Arte Asteca foi de grande importância dentro do contexto histórico desse povo, tendo sido admirada pelo próprio conquistador e a Europa, em matéria de estética e técnica.

A pintura destaca-se pelas formas figurativas , como também formas abstratas e geométricas. A cerâmica constituiu-se de artefatos como jarras, potes e louças em geral. Muitos desses utensílios domésticos constituíam-se de verdadeiros objetos de arte, com pinturas policromadas.

O nome dessa capital era estranhíssimo: Tenochtitlán e se vocês estão pensando em uma pequena cidade, estão redondamente enganados. Tenochtitlán, quando os espanhóis a conheceram em , tinha habitantes e era maior do que qualquer cidade européia na época, maior do que Paris, Londres ou Roma.

«Significado quetzal cultura maya» em fotos. Mais imagens sobre o tema da «Significado quetzal cultura maya».